quinta-feira, 8 de março de 2018

DIA DA MULHER


Não foram muitas as mulheres em minha vida, mas têm sido de tal qualidade que posso dizer que muito do que sou de melhor a elas devo, sem desmerecer alguns homens (como pai e irmãos). Digo alto para que todos ouçam: Foram as mulheres, mais do que qualquer outro gênero, coisa, objeto, instituição etc. que mais fizeram de mim o que de melhor se fez em mim.

Não deveria existir dia do Índio, ou dia do mulher, ou dia da consciência negra e coisas assim, pois aquilo que merece um dia, merece-o porque deveria ser celebrado (e, obviamente, respeitado) todos os dias. Mas nós temos incompetência celebrativa, daí preferimos sofrer a dor de não reconhecer todo o tempo a beleza que todos nós somos em nossa maravilhosa diversidade.

Já que preferimos isso, celebremos o que podemos e enquanto não nos transformamos um pouco mais, para nos tornar cada vez mais o que em realidade já somos. E para que um dia sejamos mais nós mesmos, sejamos em nós a mulher que em nós é.

Hoje e sempre!

Que a mulher possa manifestar-se cada dia mais enquanto nada mais nada menos do que o que ela é (e merece). Grato!
Aureo Augusto

2 comentários:

  1. Obrigada Dr. Áureo pelas belas palavras ! Que assim seja .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou quem agradece a sua presença, Lidia!
      Beijos

      Excluir