sábado, 9 de novembro de 2013

VI ENCONTRO DE ESF (2)

Neste momento, manhã cedo, estou vendo um grupo de pessoas praticando yoga no pátio da pousada onde ocorre o VI Encontro de Profissionais de ESF no Vale do Capão. Esta é uma das atividades que abençoam aqueles que aqui compareceram (mais de 200 pessoas).

Começou com uma fala de Roberto Crema, que deu o tom ao evento. Ele conseguiu compor um substrato intangível onde todas as subsequentes atividades encontraram onde apoiar-se. Sua fala nos conduziu por trilhas psíquicas que nos permitiram estar em condições de absorver o caráter multi do evento. Diversas nações do pensar e do sentir estão convivendo colaborativamente durante estes dias.
O tema geral foi Saúde do Homem. E as falas foram brilhantes. Comoveram e elucidaram. Analisamos e vivenciamos.

Eu, particularmente, fiquei bastante tocado com as falas sobre as dificuldades de soluções, os avanços no cuidado do homem. Somos resistentes entregar-nos ao fato de que não somos invulneráveis e preferimos com alguma frequência a morte ou a doença a reconhecer que doença não é coisa de mulher. Tomar conhecimento de que em todas as faixas etárias os homens morrem muito mais do que a mulher, pode nos fazer parar para pensar quanto a nossa vulnerabilidade.

Belíssimo ver os depoimentos relativos às experiências que estão sendo feitas em maternidades públicas em Salvador e adjacências (Rede Cegonha) com a participação de acompanhantes nos partos, chamando a atenção à participação dos maridos. E os estudos mostram que os homens que participam de partos passam a respeitar mais suas esposas e se tornam pais mais participativos e amorosos.
Uma grata surpresa foi a participação de 25 alunos do Bacharelado Interdisciplinar em Saúde da UFBa. Uma turma que trouxe os ventos da juventude e do entusiasmo que se somou à impressionante disposição dos presentes a fazer valer a mudança.

Agora a tarde declina. Volto para casa cansado, depois de uma reunião com algumas pessoas da Fundação de Saúde, cujos olhos brilham. Esta reunião foi para preparar uma oficina a ser apresentada em um encontro no Rio Grande do Sul sobre práticas exitosas no SUS e 3 pessoas do posto, Wanessa (agente administrativa), Marlene (agente comunitária de saúde) e Natália (enfermeira) foram convidadas a fazer esta oficina tratando da nossa experiência. Para nós da unidade, para o Vale do Capão, para cidade de Palmeiras, isso é um prêmio aos esforços que empreendemos para superar as dificuldades de um lugar bem pequeno.

Recebemos durante o encontro a notícia de que o Instituto Sinapse com sede em Seabra firmou convênio com a Escola Baiana de Medicina para fazer um curso de Enfermagem Obstétrica aqui na Chapada, gestiona-se a Universidade Federal da Chapada Diamantina, entre outras notícias maravilhosas.
O mundo está dando voltas e isso é muito bom.


Um abraço feliz para todos de Aureo Augusto.

5 comentários:

  1. Segundo Cora Coralina “Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina” e somos felizes em ter aprendido contigo,e com o VI Encontro de profissionais de ESF no Vale do Capão.Voltamos tão empolgados , tão vivos ... Desta forma agradecemos imensamente, pela atenção e apoio prestado ao grupo para a viabilização do "Encontro", pode ter certeza que sua ajuda é/foi de suma importância para a realização e sucesso deste.

    Abraços energizantes,
    Tâmara Felix

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato, Tâmara, pelas suas palavras tão incentivadoras para mim. Minha felicidade é enorme ao saber do entusiasmo de vcs. Viva! Vamos entrar no mundo e curtir a felicidade de fazer.
      bjs

      Excluir